Home » » SACIA-ME A ALMA E O CORPO

SACIA-ME A ALMA E O CORPO

ENCOSTO-ME Á PAREDE DA PORTA,VENDO A AGUA CORRER
NA FRESCURA DOS AZULEJOS O TEU CORPO DESTACA-SE
PROVOCAS-ME COM O TEU OLHAR QUE ME PROCURA E DESEJA
DESPES-ME SEM ME TOCARES,E PEDES QUE ME JUNTE A TI
SOBRE A AGUA QUE CORRE,OS NOSSOS CORPOS UNEM-SE
AS NOSSAS MÃOS DESCOBREM CAMINHOS PROIBIDOS;ANSIOSAS
LÁBIOS QUE SE PROCURAM E SE UNEM EM BEIJOS SÔFREGOS
SEXO CONTRA SEXO,NUMA PROCURA DESENFREADA PELO PRAZER
A MINHA LÍNGUA RODEIA OS TEUS SEIOS MOLHADOS E ERECTOS
GULOSO,DEVORO O TEU CORPO QUE ME É OFERECIDO;SEM TRÉGUAS
A AGUA CONTINUA A CORRER,ARREFECE OS NOSSOS CORPOS QUENTES
MAS NÃO O DESEJO,ESSE AUMENTA A CADA GOTA QUE CAI  
NO CHÃO DA BANHEIRA DOIS CORPOS JAZEM SACIADOS UM DO OUTRO
OS MEUS BRAÇOS A VOLTA DE TI,NUM ABRAÇO SEM FIM
A AGUA CONTINUA A CAIR,E DENTRO DE NÓS BRILHA O SOL DOS AMANTES

J.C.  

 
Support : Copyright © 2015. erreoy griega - All Rights Reserved