Home » » SEXO ORAL GOSTOSO É ASSIM

SEXO ORAL GOSTOSO É ASSIM

Quando chegar à área genital, passe a língua suavemente por toda a sua extensão, a partir da base da vagina, mas por cima, sem meter a língua por dentro e, então, comece a beijar (como se estivesse lidando com uma boca mesmo, não com uma bochecha) toda a área e os grandes lábios. Faça círculos, oitos e espirais com a ponta da língua. Com suavidade, sempre.
Observe os movimentos que nós mulheres fazemos com o corpo. Ser for bom observador, certamente será um bom amante. Se começarmos a nos mexermos e nos esticarmos tentando aproximar sua língua pra onde desejamos, ou seja, dentro dos grandes lábios, você está no caminho certo, do contrário, faremos movimentos de repulsa, tentado nos afastar. Faça-nos viajar nesse prazer e a querer implorar pra que você nos explore ainda mais. Lembrando que nem sempre isso vem verbalmente!
Quando estivermos nesse ponto, é hora do ataque. Uma dica é colocar os lábios no topo da fenda e com a língua fazer um movimento ascendente, internamente. Outra variante é começar da base até o topo da fenda. Toque suavemente toda a região interna, lambendo os grandes lábios, o clitóris e a entrada da vagina. Use não só a sua língua, mas também os seus lábios – isto diferencia um bom sexo oral dos demais.
A zona genital da mulher é uma região muito sensível, um toque mais bruto pode causar desconforto e não prazer. Não morda essa zona, ou tente agarrá-la ou apertá-la brutalmente. Se for usar sucção, seja bem sutil e suave.
Faça movimentos suaves e ritmados. O primeiro toque do clitóris deve ser bem delicado – por favor, cuidado com os dentes. Depois de localizá-lo efetivamente, dedique-se lambendo devagar e aumentado um pouco a pressão de forma progressiva, mas sem pressionar muito.
Com as mãos, afaste delicadamente as bordas dos grandes lábios para expor mais a região – essa afastada, quando delicada, traz uma sensação muito gostosa – e vá aumentando a velocidade e a pressão sobre o clitóris. Sempre observe as reações da mulher pois aqui nos diferenciamos muito: umas gostam de movimento rápido apenas quando estiverem a ponto de gozar, outras preferem sempre um ritmo mais lento ou sempre um andamento mais rápido.
Quando o orgasmo estiver se aproximando, a mulher vai dar sinais. Geralmente movimentamos o quadril pra frente e pra cima e, claro, os gemidos ou respiração se intensificam. Se não quiser parar e decidir ir até o fim, mantenha o mesmo ritmo! Isso é de extrema importância e é onde a maioria dos homens peca. E o que nós pedirmos nessa hora, por favor atenda!
Depois de gozar, a região fica extremamente sensível. Por tanto, não cesse os movimentos de uma vez, mas vá diminuindo o ritmo e a pressão até parar.
Um beijo final delicado pode ser uma boa pedida
 
Support : Copyright © 2015. erreoy griega - All Rights Reserved