OQUE ME LEVA


 A fazer nossa primeira saidinha a uma casa de swing, escolhemos uma balada liberal da região e começamos a viagem... " pediu para sair sem calcinha e... como falar que não com essa bucetinha deliciosa!? Já nas escadas ficou molhadinha,imaginando a loucura  que estava fazendo   kkk

 e depois durante a viagem no carro tive minha primeira recompensa...um caliente beijode lingua ;;;;;;;;;;;;;;;;; Chegamos na balada e ficamos observando por um tempo, até que decidimos dar a primeira voltinha pelos labirintos. Logo de cara ficamos de frente com uma garota que engolia um terrível pau, buscamos um cantinho perto deles e ficamos de olho, até que meu amor... pegou minha mão e a enfiou na sua buceta quentinha e molhadinha,  decidimos buscar uma sala coletiva onde não tinha ninguém, aí começou o delírio. Sentados nos acariciamos de maneira mutua, até que percebemos que já não estávamos sozinhos, 

Não era muito grande, mas era grosso e liso, e eu o toquei com a ponta dos dedos, acariciando-o suavemente, enquanto olhava aquilo , me estimulava: "é meu brinquedinho para você,me fez  olhar  para aquele gostoso pau duro  disse me  pode brincar a vontade". Eu realmente  fiquei sem geito mas aquilo me excitou  mas, dada as circunstâncias ,me deixei leva kkkk     massageando aquele pau duro com minhas mãos, senti minha boca ficar cheia d'água e, sem tirar os olhos dele, como hipnotizada, o levei aos lábios. 

Sentada,   eu o chupava de olhos fechado, mas aproveitando o sabor da cabeçona inchada em minha boca, movimentando minha cabeça para frente e para trás, permitindo a ele entrar e sair macio por entre meus lábios. passando a língua ao redor da cabeçona, enterrando ele todo na boca, e depois o percorrendo com a língua até coloquei  aquele pau    todo na boca fazendo uma gostosa  garganta profunda ....... sobre mim e usando sua língua para lamber meu cuzinho, subindo e descendo por ele, enquanto apertava minha bunda com as mãos. Eu, que nunca tinha  feito  loucuras /

 soltei um gemido de aprovação, ao que ele posicionou o pau na entrada de minha bucetinha e foi empurrando devagar para dentro dela, até acomodar seu membro duro bem no fundo, causando uma gostosa sensação, e iniciar um vai e vém lento.Fiquei imóvel, curtindo aquele delícia, e ele acelerava pouco a pouco, metendo cada vez mais forte seu pau grosso dentro de mim. "Hmmm, que delícia, minha putinha", ele dizia, com o polegar massageando meu cuzinho em círculos, sem parar de me comer. Meu tesão chegou a um ponto que eu nunca havia sentido e passei a rebolar em direção ao pau dele   eu o atendia, até ele ir perdendo o fôlego e o ritmo. Como ele havia me deixado acesa, não ia poder parar mais. Por isso, me virei de frente para ele, que deitou de costas na cama, e sentei sobre o seu pau, acomodando-o novamente em minha buceta. Com as mãos apoiadas em seu peito, eu cavalgava avidamente, subindo e descendo sobre seu cacete, sentindo ele entrando todo até o fundo de minha xaninha e voltando, a cabeçorra me abrindo abruptamente conforme avançava para dentro de mim. humm    delicia assim    bem gostoso    assimm
passou a me comer ainda mais forte, ansioso por me acompanhar. Por fim, ele tirou seu pau de minha xoxota e o apontou em minha direção, reunindo seu último fôlego para falar: "vem tomar mais um presentinho, minha putinha linda  ... um presente pra sua boquinha gostosa". Fiquei de quatro e coloquei seu pau em minha boca, chupando de forma faminta enquanto brincava com suas bolas pesadas e dava lambidinhas em seu saco, fazendo-o gemer de forma descompassada, quase em desespero. Pouco a pouco ele fodia minha boca, fazendo um vai e vem lento, até que, num grito contido de agonia, ele liberou toda sua porra sobre minha língua, uma enormidade, grossa e viscosa, que escorria pelos cantos da minha boca e o queixo, enquanto eu continuava mamando, até secá-lo totalmente. .....satisfazendo   uma grande  vontade de  satisfazer   nossos desejos kkkk



DOUTORAM DOUTORA DO PRAZER 
 
Support : Copyright © 2015. erreoy griega - All Rights Reserved